BUSCAR

31 de agosto de 2019

Professor é morto por aluno dentro de escola no Entorno do DF

Crime aconteceu na tarde desta sexta-feira (30/08/2019), em Águas Lindas (GO). A vítima era o coordenador da unidade de ensino

Mais um caso de violência chocou a comunidade de Águas Lindas (GO) na tarde desta sexta-feira (30/08/2019). Um aluno matou um professor, identificado como Bruno Pires de Oliveira, 41 anos, dentro da Escola Municipal Machado de Assis. Advertido pelo educador, o jovem deixou o local e voltou com uma faca.

O docente tentou fugir, mas foi golpeado pelo estudante. A vítima chegou a ser socorrida no hospital Bom Jesus, no mesmo município, mas não resistiu aos ferimentos e morreu pouco tempo depois de dar entrada na unidade de saúde. A lâmina havia perfurado o fígado da vítima.

O caso aconteceu por volta do meio-dia. O aluno acusado de ter desferido os golpes no professor estava foragido até a última atualização desta reportagem.

Segundo a Polícia Civil de Goiás, o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Águas Lindas investiga o caso. Ainda de acordo com os investigadores, o suspeito é um aluno do 9º ano, de 18 anos, que fugiu em uma moto.

Após o crime, o prédio foi evacuado, e as aulas, suspensas. Apenas diretores e coordenadores de curso puderam ficar dentro do colégio. Kris Cleyton Araújo, coordenador-geral de educação do município, esteve no local assim que foi informado do assassinato.

Ao Metrópoles, a regional de ensino de Goiás informou a possível motivação do crime. Bruno teria impedido o adolescente de praticar determinadas atividades físicas, devido a um problema cardíaco relatado no prontuário do rapaz. Contrariado, o jovem atacou o professor, que era coordenador pedagógico da escola.

Este é o segundo caso de violência em unidades de ensino do Entorno do DF só em 2019. Em abril, um professor do Colégio Estadual Céu Azul, em Valparaíso (GO), foi baleado dentro da escola. O caso aconteceu durante o horário de aula, por volta das 15h. Julio César Barroso de Sousa, 41 anos, era, além de docente, coordenador da instituição. A Polícia Militar, o Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (Samu) e o Corpo de Bombeiros foram acionados, mas Júlio não resistiu e morreu no local.

Com Informações: do metropoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário