BUSCAR

21 de outubro de 2019

Pedro Belo: O pássaro triste

Por: Redação Blog Agência Maranhão #Política

Nenhuma descrição de foto disponível.


Em 2012, Pedro Belo, foi rifado pelo próprio PCdoB. Pegou um tapa de seus próprios camaradas. Em 2014, perdeu as eleições quando concorreu a deputado pelo PC do B e o governador Flávio Dino não deu a mínima para eles como sempre não deu. Em 2018, queria sair candidato a deputado mas teve que apoiar os forasteiros Adelmo Soares e Marcio Jerry, a deputado estadual e federal, respectivamente traído pelo próprio PCdoB de novo, do excelentíssimo governador Flávio Dino. Belo assumiu um cargo de baixo escalão no governo do estado que ninguém sabe para que serve, nem ele mesmo sabe. Não tem visibilidade politica alguma. Perdeu por completo o controle da UPA- Codó. Alguns mais quebrados que ele tentam a todo custo se segurar em alguma coisa, o fenômeno conhecido como :" a tapera e as escora", ninguém sabe quem cai primeiro. Simples assim.

 Na politica só tem valor quem tem mandato, dinheiro ou os dois. Pedro Belo não tem nem um e nem outro. Mas ainda assim se ilude. Pra tirar foto e depois uma boca livre todo mundo vai. Quem não quer seus 15 minutos de fama? Queremos ver é na hora do pipoco. Queremos ver quando a onça resolver beber água. Essa hora é quando o filho chora e a mãe não ver e se ver chora junto com ele. Politica é assim. Sempre foi assim e sempre será aqui e em qualquer lugar do mundo.

Um comentário:

  1. Me espanto é ele pensar que o PCdoB, um partido comunista, iria honrar qualquer compromisso, que iria dar qualquer valor a qualquer indivíduo.
    Por se tratar de um partido comunista, é lógico que o PCdoB escolheria sempre alguém que trouxesse mais poder ou dinheiro ao partido, e não a um de seus afiliados.

    ResponderExcluir