BUSCAR

15 de novembro de 2019

Médico que deveria está de plantão no HGM em Codó, é flagrado dançando forró em Cajazeiras

Um assunto polêmico tomou de conta das redes sociais em Codó na tarde desta sexa-feira(15), o médico que deveria está de plantão no HGM atendendo a população, foi flagrado tranquilamente dançando forró em Cajazeiras em um evento realizado pela prefeitura de Codó, os pacientes aguardavam pelo atendimento do médico, mas infelizmente tiveram que voltar pra casa sem serem atendidos, segundo informações, o médico deixou apenas um técnico para lhe substituir enquanto participava do evento.

 O vídeo vem causando uma grande polêmica nos grupos e na cidade toda. Assista ao vídeo abaixo:




MÉDICO PLANTONISTA 



PARECER DO CRM

Não obstante o preconizado no artigo 8° do CEM, o afastamento é falha grave pois também constitui se crime previsto na lei penal como o artigo 133 que assinala:

Art. 133 - Abandonar pessoa que está sob seu cuidado, guarda, vigilância ou autoridade e, por qualquer motivo, incapaz de defender-se dos riscos resultantes do abandono.

 EMENTA: A falta ou o abandono de plantões em hospitais e ou locais onde estejam pacientes graves é uma conduta ética inaceitável com potencial elevado de imputação criminosa. Todos os esforços devem ser buscados para evitar e nos casos ocorrentes solucioná-los imediatamente sem prejuízo da apuração da responsabilidade dos faltosos ou daqueles que abandonaram os seus pacientes graves. Só será tolerada a ausência ou abandono em casos de força maior ou justo impedimento sempre que possível notificado aos superiores imediatos em tempo hábil. As faltas infringem os artigos 8° e 9° do Código de Ética Medica (Res. CFM N° 1931/ 2009).

O fato de um hospital ou um setor do mesmo ficar sem assistência médica presencial constitui-se em uma falha gravíssima inclusive com possíveis implicações criminais além de éticas. Logo todos os esforços devem ser envidados para evitar lacunas na escala médica.
 Quanto ao tipo de punição atribuída ao médico pelo CRM vai depender do decidido na sessão de julgamento do médico infrator e poderá variar de advertência ate cassação do exercício profissional.

A PUNIÇÃO DE MIGUÉ DO PREFEITO FRANCISCO NAGIB

Após a denúncia, e dos vídeos terem vazados nas redes, o prefeito Francisco Nagib imediatamente correu pra dizer que o médico será punido pela atitude de ter abandonado o seu plantão, supostamente uma velha jogada combinada entre o prefeito e o médico pra diminuir o incêndio.

 Há quem diga que o nobre prefeito irá punir mesmo o profissional, logo esse que é de dentro da cozinha do seu grupo, na punição, Nagib alegou para um blog da cidade que o salário do médico será descontado por essa ausência, resumindo, uma verdadeira conversa pra boi dormir, não terá punição nenhuma caros leitores, podem ter certeza disso.

O Blog Agência Maranhão deixa total espaço, caso o médico ou a prefeitura queira se manifestar sobre a matéria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário