BUSCAR

14 de novembro de 2019

Vereador Delegado Rômulo alerta população sobre casas vendidas ilegalmente no Residencial São Pedro em Codó

Em seu discurso na última sessão da Câmara Municipal, o vereador delegado Rômulo levou a tribuna um assunto de utilidade pública, sobre a questão de invasão de unidades residenciais desabitadas do Residencial São Pedro e a ação de criminosos que se aproveitam da confusa situação. O Assunto está abalando a sociedade codoense, com muita desinformação, inverdades e confusão, e prejudicando pessoas de bem que querem obter um imóvel.
“Essa situação que está insistindo, a cada dia, em se transformar de um fator social para um fator criminológico. Depois que João de Deus determinou que algumas famílias invadissem unidades residenciais desabitadas no Residencial São Pedro, isso deu margem a atuação de grupos que viram a chance de ganhar dinheiro em cima desta situação, pegando pessoas do interior, desassistidas e humildes e colocando dentro das casas desabitadas. Depois essas pessoas mal intencionadas vendiam as casas”, explicou o edil.
“Não comprem essas casas”
O vereador relatou que os criminosos já conseguiram vender casas ilegalmente nos valores que variam de cinco a nove mil reais, transformando um problema social em situações de criminalidade. No entanto, de acordo com o vereador, que também é delegado, várias pessoas já foram indiciadas, vão responder pelo crime, que e 90 por cento do dinheiro das vítimas que entraram no golpe já foi recuperado.
“Esses grupos falsificaram assinaturas, falsificaram contratos e agora vão responder pelos crimes. Peço a população de Codó que não comprem essas casas. Essas residências não podem ser vendidas, principalmente nesta situação, onde grupos mal intencionados estão usando pessoas humildes do interior e depois vendendo ilegalmente pra pessoas de boa fé. Isso é crime”, preconizou.
Encerrando sua participação, o parlamentar destacou a instalação do novo sistema de abastecimento de água no Distrito Km 17, que com a tecnologia de Osmose Reversa (Israelense) que sob pressão filtra a água através de membranas, irá soluciona o problema dá dureza da água, devido ao solo rico em calcário, e elogiou o Programa Codoense Empreendedor, que irá ajudar ao pequeno trabalhador autônomo e reforçar a economia local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário