BUSCAR

11 de agosto de 2019

Exclusivo: Acusado de atentar contra a vida de policiais presta depoimento na delegacia

Edifranco de Sousa Franco


Em um trabalho de investigação proveitoso, a polícia militar de Caxias conseguiu localizar e prender Edifranco de Sousa Franco, 26 anos, acusado de atentar contra a vida de agentes da polícia em Caxias na última sexta-feira.
O acusado foi ouvido na delegacia do 1º DP e já se encontra à disposição da justiça.
Na manhã deste sábado o comando do 2º batalhão de polícia emite uma nota que o blog repasse informativo reproduz na íntegra confira.

Nota

Na madrugada do dia (09), quando uma equipe da Polícia CiviHISTÓRI mandado de prisão em desfavor do acusado no povoado Lagoa do Mariano, este reagiu alvejando o Sargento Reformado José Wilson Amorim na região da cabeça e o IPC Renato no pé, que após os disparos este corre para um matagal onde permaneceu homiziado. Durante todo o dia esteve nas diligências uma equipe de força tarefa composta por policiais militares, civis, PRF e vários policiais voluntários de folga, que na parte da tarde houve o apoio de uma equipe com o Comandante e Subcomandante do 2 BPM, além do CTA com diligências terrestres e aéreas. Durante o entardecer, parte das equipes tiveram que cessar as buscas devido a visibilidade, permanecendo as equipes de campana no local, onde houvera a colaboração da mãe, através de um diálogo amistoso, sendo convencida em indicar o local que estaria escondido o acusado. Ficando sem alternativas de se manter escondido, resolveu se entregar as equipes acompanhador de sua mãe. 
Logo em seguida fora dado voz de prisão ao mesmo conduzindo-o para a Delegacia Regional para as providências cabíveis.

*PROCEDIMENTOS ADOTADOS*

1. Deslocamento das equipes especializadas mantendo as diligências no local do ocorrido; 
2. Foi montado uma força tarefa com 5 viaturas, policias militares de folga e da administração para as buscas e diligências; 
3. Na parte da tarde apoio do comandante e SubCmt do 2 BPM e CTA com a força terrestre e aérea; 
4. Na parte noturna manteve-se as guarnições próximo às casas dos familiares em campana;
5. Contato com os familiares, propondo uma rendição no que foi colaborado.

*CONCLUSÃO*

Todos os meios e estruturas foram utilizadas para que se pudesse fazer as diligências e a devida prisão do acusado, chegando-se a um desfecho da ocorrência com a garantia da integridade de todos os envolvidos.

*AGRADECIMENTOS*

O comandante da polícia militar em Caxias, Tenente coronel Márcio Silva e o Delegado Regional em Caxias,CPU e SUB CMT 2 BPM

*OCORRÊNCIA:*

Prisão de foragido envolvidas no caso: policiais milithces do 2 BPM, policiais civis , PRF, CTA, policiais militares e civis de folga, que fizeram parte da força tarefa envidando esforços na prisão do acusado, mais uma vez demostrando que o trabalho em equipe e a união das forças de segurança garantem o pleno sucesso das missões na manutenção da ordem e a paz social, que tanto merece nossa sociedade.

*ESTADO DO MARANHÃO* 
*POLÍCIA MILITAR DO MARANHÃO*
*CPI – CMT CEL. HERON*
*CPAI-4 CMT CEL. ALEXANDRE BRITO*
*2º BPM CMT TC. MÁRCIO SILVA*

Nenhum comentário:

Postar um comentário