BUSCAR

12 de agosto de 2019

Presidente do PT frustra Flávio Dino e evidencia que comunista está fora dos planos do partido

A presidente do PT nacional, Gleisi Hoffmann, jogou um banho de água fria no governador Flávio Dino (PCdoB). Em entrevista ao portal UOL, a petista descartou a possibilidade do comunista vir a ser candidato pelo partido. A deputada paranaense deixou claro que o plano A segue sendo o ex-presidente Lula, e caso ele não possa, Fernando Haddad vai novamente para disputa.
Na íntegra, Gleisi responde sobre 2022: “Não temos nenhuma discussão para 2022. Primeiro porque nós temos a figura do Lula, e apostamos muito que o Lula saia da prisão, porque é injusta e ilegal. O Lula é uma grande liderança do partido, e tendo condições de disputar, não teria dúvidas de que o PT disputaria com ele. Obviamente, se isso não acontecer, tem o nome forte no partido que é o do Fernando Haddad, que já foi nosso candidato a presidente. Não formamos candidatos e não construímos lideranças de uma hora para outra. Obviamente, ele é um dos nossos nomes para 2022, não tenho dúvidas disso. Mas está muito cedo para discutir a eleição de 2022”.
Porém o governador Flávio Dino é sabedor dessa situação e trabalha em outras frentes, afinal sabe que pelo PCdoB, não tem chance alguma. O comunista hoje transita muito bem com PSB e PDT, partidos que não escondem o desejo de disputar a presidência em 2022.
Por: diegoemir

Nenhum comentário:

Postar um comentário