BUSCAR

25 de novembro de 2019

PCC caça policiais militares do Maranhão que estariam marcados para morrer



Pelos menos seis policiais militares do Maranhão constam em uma lista para serem mortos pelos integrantes do Primeiro Comando da Capital(PCC), que é apontada como a maior facção  criminosa em atuação no Brasil e outros países.  A informação consta em um  relatório do Serviço de Inteligência da polícia.  O motivo seria a atuação desses policiais em Novembro do ano passado quando mataram a tiros alguns dos integrantes de uma quadrilha que atacou o Centro de Distribuição do Banco do Brasil na cidade de Bacabal,  (MA). Naquela oportunidade um grupo armado sitiou a cidade e praticou um dos maiores assaltos já registrados no Estado.

SANGUE DO MEU SANGUE
No confronto com a polícia um dos bandidos morto foi Edielson Francisco Lumes, conhecido como "Titi". Ele era irmão do chefe do bando José Francisco Lumes, conhecido como "Zé de Lessa" um assaltante considerado perigoso e procurado pelas polícias de vários Estados do Brasil.  Ele seria a principal liderança do núcleo do PCC no Estado da Bahia, onde eles são conhecidos como o "Bonde do Maluco",   "Zé de Lessa"  prometeu vingar a morte do irmão e para isso teve o aval das principais lideranças do PCC que também  ficou responsável por ceder a estrutura para que ele possa por o seu plano em prática.  No mês  passado "Zé de Lessa" esteve na cidade de Imperatriz(MA), onde fez contatos com alguns criminosos montando estratégia para cometer os crimes. Ele é foragido do Sistema Prisional da  Bahia, onde cumpria pena por prática de crime de roubo. Dentre os policiais marcados para morrer teria um major e outros com patente inferior

Nenhum comentário:

Postar um comentário