BUSCAR

19 de janeiro de 2020

Preocupado com a Educação, Prefeito de Codó mandou fechar a biblioteca municipal no segundo mês de seu mandato


A imagem pode conter: árvore, casa e atividades ao ar livreBiblioteca de Codó


Passando a imagem de bom moço, o prefeito de Codó tem se destacado como um dos prefeitos que menos tem se preocupado com a qualidade da educação no município. Ações desastrosas que vão desde a nomeação de um secretário municipal que certamente nunca estudou os embasamentos teóricos que fundamentariam em cobranças de sua equipe. 

Com formação em Direito, o vice prefeito Ricardo Torres assumiu a pasta para ser o interlocutor entre a classe política e o prefeito no quesito partilha dos cargos. Não há melhor pessoa para articular essa forma medíocre de fazer política do que o titular da pasta, que tem a incumbência de dar aos apadrinhados a oportunidade de usufruir do cabide de empregos para se beneficiar. Na SEMECTI, pelo menos seis vereadores da base aliada do Executivo têm influência para indicar vigias, zeladores, merendeiras e até professores, além dos cargos remunerados de programas federais, já que o governo municipal não tem a habilidade de criar ações próprias.

Assim que assumiu o cargo, em menos de seis meses o prefeito Francisco Nagib determinou o fechamento da única biblioteca pública municipal no horário noturno, alegando que não havia frequentadores e que o consumo de energia elétrica era grande. Assim podemos descrever com essa atitude que, Nagib nada mais é do que um homem que deseja seu povo aculturado, alienado e sem conhecimento.

Uma biblioteca fechada é mais uma porta fechada para o conhecimento. Não podemos esquecer das escolas fechadas por conta de um processo de nucleação, onde pequenos estudantes passam a estudar distante de suas comunidades.

A medida de fechamento da Biblioteca Fernando Carvalho se deu sem uma consulta popular, ele simplesmente fechou o local no período noturno.

É um governo assim que você quer para 2021 a 2024?

Por: Cabo Bezerra

Nenhum comentário:

Postar um comentário