BUSCAR

4 de fevereiro de 2020

Maranhense que está na China deve ficar em quarentena após voltar ao Brasil

Indira Mara Santos, de 34 anos, está no grupo de brasileiros que pediu por ajuda. Governo já elabora plano para traze-los de volta.

Reprodução

Um grupo de brasileiros que vivem em Wuhan, na China, publicaram um vídeo pedindo a ajuda do presidente da República, Jair Bolsonaro, para retornarem ao Brasil. Dentre esse grupo, está a maranhense Indira Mara Santos, de 34 anos, estudante de doutorado da Universidade de Huazhong. 

Assim como os outros brasileiros, Indira vai ficar em quarentena, pois eles fizeram um vídeo afirmando que vão colaborar com o país e seguir todos os procedimentos que devem ser realizados, como a quarentena.

O governo confirmou ontem, segunda-feira (3), que trará os brasileiros, mas que eles devem ficar em quarentena após a chegada, mesmo que nenhum dos brasileiros estejam contaminado e não demonstre sintomas da doença.

Segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, o governo brasileiro já elabora um plano para trazer os brasileiros que estão no epicentro do vírus.

“São cerca de 30 à 40 pessoas e devemos iniciar a operação [de retirada dessas pessoas daquele país] amanhã [hoje]”, disse o ministro em entrevista.

Plano para retirada dos brasileiros

Os brasileiros devem ir primeiro à Israel. Como não existe a possibilidade de realizar o voo direto para o Brasil, o governo recebeu autorização de Israel para fazer uma conexão, já que o país tem uma área de isolamento.

Onyx ainda destaca que a operação é bem delicada, uma vez que o país não possui lei ou ordens específicas quanto ao isolamento ou  quarentena.

O foco, no momento, gira em torno da escolha do local de confinamento, a fim de não colocar a população em risco. O presidente Jair Messias Bolsonaro publicou em seu Twitter um informativo sobre as ações do Governo em relação aos brasileiros.

Dentre os locais que estão sendo analisados, três estão em destaque: Florianópolis; Anápolis e localidades no Nordeste. “Vamos trazer os brasileiros da China, mas não podemos colocar toda a população brasileira sob risco” , declarou o Ministro-chefe.

Lei da quarentena

Onyx disse que o Congresso Nacional deve receber uma Medida Provisória (MP), para estabelecer os procedimentos e medidas a serem adotadas, tanto para a situação dos brasileiros, quanto para possíveis epidemias que possam surgir no país. 

Na manhã de ontem, ocorreu a primeira reunião que visa discutir essas medidas de preparação contra o coronavírus no país. A reunião contou com o supervisionamento do Ministério da Saúde, Casa Civil e os Ministérios da Justiça, Defesa, Agricultura, Desenvolvimento, do Gabinete de Segurança Institucional e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O imparcial

Nenhum comentário:

Postar um comentário