BUSCAR

7 de março de 2020

EXCLUSIVO: STJ pode decretar a qualquer momento a prisão de um deputado do Maranhão

O Núcleo de Inteligência SJNOTÍCIASMA, recebeu informações veladas, direto de Brasília(DF), que a Polícia Federal enviou ao STJ, pedido de prisão do Deputado Federal Josemar do Maranhãozinho, por suposto esquema de compra de Emenda Parlamentar e agiotagem no Maranhão.

Por ter fórum privilegiado, a Polícia Federal após fazer uma minuciosa investigação sobre o caso, remeteu os autos do inquérito concluso com pedido de prisão do deputado ao STJ, a quem confere a atribuição de analisar, julgar e expedir o mandado de prisão do Parlamentar.

Ainda segundo a fonte, a Polícia Federal comprovou que Josemar do Maranhãozinho, se envolveu com esquema de compras de Emenda Parlamentar o que é crime, fora isso vem a questão da agiotagem no Maranhão, onde aponta a participação do deputado no esquema de agiotagem, junto aos prefeitos de mais de sem municípios.

A fonte nos revelou ainda, que nos últimos dois anos, com vistas as eleições municipais deste ano, onde o deputado quer eleger o maior número de prefeitos no Maranhão e com os olhos voltados para as eleições 2022, onde pretende sair candidato ao governo do Estado. O Parlamentar intensificou ainda mais, os esquemas de compra de emendas parlamentares e agiotagem, para ter lucro satisfatório para pleitear as eleições para governador.

Deputado Josemar do Maranhãozinho na mira da justiça e da PF

Resta agora esperar a decisão do STJ, se manda prender o deputado, ou o deixa impune. Josemar do Maranhãozinho é possuidor de um dos maiores patrimônios no Maranhão, sua riqueza segundo as investigações, giram algo em torno de quase 1 bilhão de reais, bem mais do que os 27 milhões que ele declarou na campanha das eleições 2018 a justiça eleitoral.

Desde o final de 2017 pra cá, o Núcleo de Inteligência SJONTÍCASMA, está acompanhando passo a passo as investigações em torno deste caso que corre sobre segredo de justiça, não fizemos de imediato uma matéria sobre o inquérito aberto contra o parlamentar, para não atrapalhar as instigações da Polícia Federal, mas agora que o processo está concluso para o STJ, tivemos o sinal verde necessário para postagem desta matéria.

Com Informações: http://sjnoticiasma.blogspot.com / via Repasse Informativo

Nenhum comentário:

Postar um comentário