BUSCAR

9 de maio de 2020

DENÚNCIA GRAVÍSSIMA: Está faltando máscaras para profissionais da saúde em Codó, relata denunciante ao Blog Agência Maranhão



Mesmo com a pandemia que vem matando milhões de pessoas no mundo, os profissionais da saúde permanecem trabalhando de forma corajosa e dedicada para salvar vidas, arriscando suas próprias vidas para cuidar de vidas, são considerados os verdadeiros guerreiros e linha de frente, que mesmo com o pânico do Covid-19, não abandonam o perigoso barco.

DENÚNCIA GRAVÍSSIMA EM CODÓ

A redação do Blog Agência Maranhão, recebeu uma denúncia  gravíssima de  fonte segura de dentro da própria prefeitura, que está faltando máscaras para os profissionais da saúde em alguns postos de Codó, segundo informações do denunciante, alguns funcionários do CAM e em alguns postos de saúde, estão trabalhando sem máscaras, correndo um grande risco de serem infectados pelo novo coronavírus e apelam para o prefeito Francisco Nagib. 

Isso é um ABSURDO, os profissionais da saúde são linha de frente, e precisam ser bem cuidado para se protegerem desse vírus, cuide desses profissionais senhor prefeito, não deixe eles se adoecerem.

5 comentários:

  1. Absurdo isso ai, duvido que esse prefeito mofético ande sem máscaras. Cadê as 30.000 mil máscaras que ele mandou fazer?

    ResponderExcluir
  2. Quando digo que não temos epi's, fica um monte de babões desse prefeito e diretor da upa cocô dizendo que estou mentindo. Não temos epi's todos aqui na upa estão com medo!

    ResponderExcluir
  3. Esse posto de saúde o antigo CAM não tem gestão. A direção de lá é fraca demais, também.o diretor passa é de mês sem ir lá.

    ResponderExcluir
  4. Rapaz cadê as máscaras que esse prefeito mandou fazer com o slogan da prefeitura?. Esse CAM já funcionou hoje é um posto morto não serve pra nada. Lá tinha um laboratório muito bom, fecharam pra nada. A direção do posto e fraco e incompetente só vive trancado com uma que diz que é sua secretária.

    ResponderExcluir
  5. Deveria trocar a direção e colocar profissionais que resolvam.

    ResponderExcluir