BUSCAR

20 de maio de 2020

Flávio Dino projeta nova derrota da esquerda em 2022, caso não tenha uma formação de frente ampla


O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), voltou a defender a formação de uma Frente Ampla para combater o bolsonarismo. O comunista já admite que caso não ocorra uma união, Bolsonaro voltará a vencer.

As declarações dele foram dados em entrevista à Folha de S.Paulo, Dino argumenta pela necessidade de resgatar o diálogo com setores que, antes, foram contrários ao PT.

“O que tenho sustentado é que não podemos congelar a correlação de forças da política exatamente como se fosse a eternização daquele domingo em que se votou o impeachment da [ex-presidente] Dilma. Ou nós fazemos Frente Ampla do nosso lado ou o outro lado faz e nos ganha. Foi o que aconteceu em 2018, com Bolsonaro”, alertou o governador.

Por Diego Emir

Nenhum comentário:

Postar um comentário