BUSCAR

15 de maio de 2020

Interior do estado representa 76% dos casos nos últimos dias

Ao todo, os casos de coronavírus atingiram 171 dos municípios do Maranhão enquanto o número de casos na Grande Ilha sofre uma redução nesta semana




O novo coronavírus (covid-19) continua a avançar no Maranhão, segundo a Secretaria de Estado de Saúde são 9.801 casos confirmados com 470 óbitos em 171 dos 217 municípios maranhenses e nos dias 12 e 13 foram 971 casos apenas no interior, representando 76% dos casos totais destas datas.

Por conta desta situação, os prefeitos de sete municípios (Balsas, Caxias, Santa Helena, Mirinzal, Presidente Dutra, Tutóia e Formosa da Serra Negra) entraram com Projetos de Decretos Legislativos de Calamidade Pública que foram aprovados pela Assembleia Legislativa do Maranhão, por conta do agravamento da pandemia da covid-19.

A ilha de São Luís continua sendo o epicentro da doença com 58% dos casos confirmados no Maranhão. A capital maranhense tem 5.040 casos confirmados, São José de Ribamar tem 426, Paço do Lumiar tem 212 e Raposa tem 29 casos. Já nos municípios que decretaram estado de calamidade pública, os números chamam a atenção. Mil e setenta e oito pessoas estão internadas, sendo 321 em UTI e 757 em leitos de enfermaria.

Cinco mil e setecentos e treze pessoas seguem monitorados pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS). Atualmente, 1877 pessoas receberam alta da quarentena (recuperados). A SES registra ainda 718 profissionais de saúde infectados pelo novo coronavírus no Maranhão. Destes, 646 já estão recuperados. Quando analisados os casos positivos de covid-19, a razão por sexo aponta 4470 (51%) casos em pessoas do sexo feminino e 4642 (49%) em pessoas do sexo masculino. 

Os prefeitos que pediram o estado de calamidade pública levaram em conta, ainda, a Portaria 188, de 03 de fevereiro de 2020, do Ministério da Saúde, que declarou emergência em saúde pública de importância nacional, em decorrência da infecção humana pelo novo coronavírus, o que exige esforço conjunto de todo o Sistema Único de Saúde (SUS), para identificação da etiologia dessas ocorrências e a adoção de medidas proporcionais e restritas aos riscos. Todos justificaram que elaboraram o Plano de Contingência e que a situação demanda o emprego de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar a disseminação da doença em âmbito municipal.

Municípios em calamidade

Em Balsas, onde já foram registrados 82 casos, o prefeito Erik Augusto definiu ontem novas regras, entre elas horário para homens e mulheres frequentar o comércio o comércio em Balsas. De acordo com o novo decreto municipal, os homens terão direito de circular das 7h às 14h. Já as mulheres podem frequentar os estabelecimentos comerciais das 14h às 21h e está proibida a entrada de crianças até 12 anos nestes locais. Ainda para diminuir a circulação das pessoas ficou determinado que homens poderão ir a casas lotéricas e agências bancárias somente nos dias pares e os homens nos dias impares. E quem utilizar inadequadamente a máscara de proteção facial nos estabelecimentos e filas estarão sujeitas a multa a R$ 150. Apesar da medida provisória Nº 313, emitida pelo Governo do Maranhão, que esta sexta-feira (15) será feriado estadual, a Câmara dos Dirigentes Logistas de Balsas (CDL) informou que o comércio da cidade funcionará normalmente, seguindo as medidas protetivas do Ministério da Saúde.

Já a cidade de Caxias onde 53 casos foram registrados a prefeitura antecipou o feriado de 28 de julho, data que é comemorado em todo o estado a adesão do Maranhão à Independência do Brasil, bem como a necessidade de fortalecimento das medidas preventivas e restritivas destinadas à contenção e prevenção da covid-19. Os caxienses também começaram a utilizar as novas tecnologias implantadas no combate ao novo coronavírus. Uma cabine de desinfecção foi instalada pela prefeitura na Avenida Otávio Passos, próxima às agências bancárias no Centro da cidade, além de lavatórios de mãos portáteis que foram instalados em frente à agência da Caixa Econômica, Praça Gonçalves Dias, Senadinho, Hospital Infantil, UPA, Mercado Central e da Mercado da Trezidela, Prefeitura de Caxias, dentre outros ambientes públicos que somados chegarão a 50 locais. O lavatório é acionado por pedal, que libera a água na pia. Tem reservatório para sabão líquido e papel toalha para que pessoa possa enxugar as mãos. A cabine de desinfecção tem sensor de presença, para que quando a pessoa adentre à estrutura possa receber uma solução que promove a desinfecção.

Em Santa Helena que também decretou calamidade pública, conta com 45 casos. Entre as ações de enfrentamento ao novo coronavírus, o Corpo de Bombeiros de Pinheiro a higienização e desinfecção de ruas onde há grande fluxo de pessoas na cidade. Diante do cenário de pandemia o município agora dispõe de uma sala exclusiva no hospital municipal para a realização de testes da covid-19, o que vai facilitar na identificação dos pacientes com a infecção. Em Mirinzal que fica na região da Baixada Maranhense, registou nove casos, apesar de ser considerado por muito poucos casos, a preocupação é grande por conta da doença que está avançando nos municípios vizinhos.

Outro município que está em alerta com o coronavírus é o município de Presidente Dutra que registrou 79 casos. Com esse aumento no número de casos, o Prefeito Juran Carvalho, publicou novo decreto com medidas drásticas para o combate ao crescimento do novo coronavírus no município. A declaração de calamidade pública no município, visa estabelecer novas medidas entre elas, fica determinado o fechamento de todas as atividades comerciais e de prestação de serviços privados, não essenciais, até o dia 17 de maio, prazo que também poderá ser prorrogado.

Em Tutóia onde há 43 casos, a prefeitura, adquiriu 500 testes rápidos para diagnóstico do novo Coronavírus. Os testes rápidos IgM/IgG são capazes de detectar anticorpos produzidos contra o SARS-CoV-2 (coronavírus), esses testes possuem eficácia maior quando realizados após o oitavo dia de sintomatologia. higienização de logradouros públicos. Para frear a contaminação Já foram realizados serviços de higienização na rodoviária, no alojamento da guarda municipal, na Secretaria Municipal de Saúde, no Hospital Municipal Lucas Veras, na Farmácia Básica e na Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social, também serão higienizados as Unidades Básicas de Saúde (UBS). Em Formosa da Serra Negra as ações também foram intensificadas, e o município já registou registrou dois casos.


Via O Imparcial

Nenhum comentário:

Postar um comentário